quinta-feira, 25 de setembro de 2008

ANA MOURA

Gosto muito...

A sós com a noite - Ana moura - Para Além da saudade


"A luz que se arredonda
Alongando uma sombra sozinha
A saudade a bater
Uma dor que ao doer é só minha

Um desvio inquieto
Um olhar indiscreto na esquina
Um rapaz de blusão
Arrastando pela mão a menina

Passa um velho a pedir
Incapaz de sorrir pelos passeios
Um travesti que quer
Assumir-se mulher sem receios

O alarme de um carro
Um cigarro apagado indulgente
Um cheiro inusitado
O semáforo fechado para a gente

Sobe o fado de tom
E o fadista que é bom improvisa
Estão em saldos sapatos
Desce o preço dos fatos de cor lisa

Um eléctrico cheio
Uma voz de permeio vai chover
Bate forte a saudade
Como é grande vontade de te ver "

2 comentários:

RitaCatita disse...

Tive o prazer de a ver nas festas do mar aqui em cascais e um amigo meu insistiu para lhe pedir um autógrafo...lá fui eu então...e deparei-me com uma rapariga de uma simpatia extrema....já sabemos que é dotada de uma grande voz! fiquem a saber que é também de tentora de uma simpatia e humildade que já n se vê nos nossos dias...

GRAINOFSAND disse...

É provavelmente o que complementa o resultado fantástico, "Para além da Saudade" tem sido excelente para ouvir de noite e baixinho...